Subida às Talhadas

As Talhadas são um topo conhecido na região de Aveiro para a maioria dos ciclistas. As abordagens mais percorridas são a partir de Águeda, ou a partir de Paradela (Pessegueiro do Vouga). A primeira, mais extensa e menos inclinada, e a segunda, o oposto.

Volta a reigoso. Subida às talhadas, eólica ao fundo

A Este também é muito popular a subida por Reigoso, partindo de Oliveira de Frades, por exemplo.

Na última semana fiz por dedução uma abordagem que desconhecia totalmente. Parte da conhecida rotunda do Carvoeiro (acesso à A25), e percorre nos primeiros quilómetros a antiga IP5. Em Chãs, vira à esquerda e segue directo até Macida passando por Moita. O percurso entra pela serra adentro, num misto de alcatrão estragado e alcatrão decente. As inclinações roçam a parvoíce, o que é óptimo para dias em que precisamos mesmo de deixar tudo na estrada.

Tive a felicidade de fazer esta subida num dia de calor extremo, o que complicou sobremaneira a passagem pelos lugares mais remotos da serra. No pequeno lugar de Macida existe um tanque e uma fonte com água corrente onde é possível abastecer e refrescar. Dali até à Rotunda de Doninhas a inclinação passa por vezes os 15%, pelo que deve ser encarada sem qualquer tipo de consciência.

Volta reigoso, subida às Talhadas

Podem encontrar o track e mais alguns dados neste link do gpsies.

 

macida mapa macida perfil

Love

Anúncios

O ciclista incrível preza a palavra alheia

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s