Monday lunch ride

À décima segunda hora do dia de hoje, enfiei a minha bicicleta no carro e umas pêras na mochila, e aproveitei as duas horitas do almoço para gozar os intrépidos raios de sol. E isto, porque o ano passado por estes, já a contabilidade de dias bonitos estava farta.

Já o leitor cuidou a quantidade de vezes que o afirmei, mas aqui fica novamente: a Serra do Buçaco é o melhor sítio do mundo para se estar.

Com uma nova adenda no entanto. A quantidade de árvores tombadas por ali é respeitável, e deixou perceber a brutalidade de um fim de semana de Janeiro, não assim tão distante. Estranhos os mecanismos naturais deste planeta.

Lunch ride

A partir de Anadia, teria mais ou menos dez quilómetros para aquecer as pernas, até chegar ao Luso, e aí abordar uma das minhas subidas preferidas. Refiro-me ao entrelaçado em paralelo que sobe a Serra do Buçaco bem pelo seu coração, contorna o seu palácio, e arrepia destemidamente caminho até ao seu ponto mais elevado, a Cruz Alta.

Eu fiquei por uns poucos mais de metros após o Hotel, já que tinha que volta para casa.

Lunch ride

O vento frio, e uns enriquecedores 14 graus de temperatura deram-me saúde para o resto da semana e espaço para perceber que o terreno por ali está carregado de água, e matéria em decomposição nos trilhos mais encobertos. O terreno preferido do nosso pneu da frente.

Lunch ride

Como o ritmo era calmo, e eu passei de um ultra obsoleto cartão de memória de 256mb para um de 8gb, gravei a subida até ao Hotel. O resto fica para outro dia.

Desfrutai

Advertisements

O ciclista incrível preza a palavra alheia

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s